Cromossomo Linear

 

 

     O cromossomo linear possui várias origens de replicação, e o alongamento  (replicação) do DNA é produzido por réplicons (unidade de replicação que contém  uma origem de replicação) que ficam lado a lado (adjacentes)

     Obs: O grupo 3’OH é produzido antes de cada primer.

 

     1-) DNA possui várias origens de replicação.

     2-) No alongamento da cadeia (replicação) cada réplicon (unidades de replicação que  contém uma origem de replicação) esta posicionado lado a lado .

     3-) Nesse alongamento cada primer é substituído por 3’OH.

     4-) Portanto o primer que esta no final da fita não podem ser substituído, porque o  grupo 3’OH que substituirá esse primer irá ficar no final da fita e não vai ter outro  grupo 3’OH no qual os nucleotídeos do DNA possam ser ligados.

     5-) Se o primer na ponta dos cromossomos for removidos, não haverá grupo 3’OH ao  qual os nucleotídeos possam se ligar, então as pontas das cadeias irão ficar sem  nucleotídeos (que formam as bases) assim não tem como elas se parear, formando um  espaço no final da cadeia.

 

     Portanto chega-se a conclusão que o cromossomo seja encurtado a cada replicação,  eliminando todo o telômero, desestabilando-se e ocorrendo a morte celular, mas isso  não acontece, então como essas pontas dos cromossomos são replicadas?   

 

     Esse processo de replicação da ponta do DNA será explicado a diante.

 

     Definições importante para entender o processo de replicação :   

     Telômero (pontas dos cromossomos): possui várias cópia de curtas sequências  repetidas rica em G na ponta 3’.

     Telomerase: enzima responsável pelo crescimento do telômero, é um componente  tanto protéico quanto de RNA (também conhecido como ribonucleoproteica). A parte  da RNA da enzima contém de 15 a 22 nucléotides que são complementares á  seqüência do filamento rico em G do telômero.

 

                  Fonte: http://www.canoadetolda.org.br/biolmol/aula2_DNAestrutrep.htm

Figura 34: Enzima-RNA chamada telomerase replicando as pontas do cromossomo eucariótico, ela esta se pareando com a seqüência do filamento rico em G do telômero.(ponta do cromossomo).


     Etapas da replicação da ponta dos cromossomos:

     1-) Cadeia 1: o telômero (uma ponta do cromossomo) possui a ponta 3’ prolongada  com uma seqüência rica repetida em G..

     2-) Cadeia 1: telômero é estendido pela telomerase: a parte de RNA da telomerase é  complementar ao filamento rico em G do telômero, então as bases dessa cadeia  pareiam com as bases da telomerase, fazendo da telomerase um molde de RNA que  pode se parear outras bases.

     3-) Cadeia 1: vários nucleotídeos são adicionados a ponta 3’ do filamento rico em G.,  para que eles possam se parear com a telomerase.

     4-) Cadeia 1: após vários nucleotídeos serem adicionados, o molde de RNA move-se  ao  longo da cadeia.                                                                                               

  Essa movimentação do molde de RNA vai deixando cada  vez  mais a cadeia comprida, pois ela precisa adicionar cada vez mais bases para se  parear com o molde de RNA (telômero).

     5-) Cadeia 1: a telomerase é removida.

     7-) Cadeia 1: a telomerase ampliou a cadeia, agora a cadeia dobra sobre si mesma,  formando uma alça por pareamento não-convencional de bases, fornecendo um grupo  3’OH para ligações de nucleotídeos de DNA.

     8-) Cadeia 1: nessa dobra a cadeia se encontra com outra cadeia.     

 

                       Fonte: http://www.canoadetolda.org.br/biolmol/aula2_DNAestrutrep.htm

Figura 34: Enzima-RNA chamada telomerase replicando as pontas do cromossomo eucariótico, ela esta se pareando com a seqüência do filamento rico em G do telômero.(ponta do cromossomo).