Estrutura do DNA

    

(Experimentos de Watson e Crick): James Watson após receber seu Ph.D. Foi para Cavendish Laboratory na Cambridge  University na Inglatera, onde vários pesquisadores estavam estudando a estrutura  tridimensional de moléculas grandes, entre esses estavam Francis Crick. Watson e Crick  ficaram amigos.

- Já se sabia que o DNA consistia em nucleotídeos, e que cada nucleotídeo continha um  açúcar, uma base e um grupamento fosfato, mas não estava claro como esses  nucleotídeos se ajustavam na estrutura tridimensional da molécula.

- 1974: Willian Anshbury começou a estudar a estrutura do DNA usando uma técnica de  difração de raios X, mas a resolução não era suficiente para identificar a estrutura.

- Um grupo de pesquisas no King's College de Londres, liderado por Maurice Wilkins e  Rosalind Franklin também estavam estudando as estruturas do DNA com difração de  raios X, obtiveram imagens de DNA de excelente qualidade, por difração de raios X,  onde  foi possível determinar a periodicidade regular que ocorria na molécula de DNA. A  cada dez nucleotídeos uma distância de 34 Å, sendo que cada nucleotídeo tem 3,4 Å.  Mas  não foi possível publicar a estrutura completa da molécula devido uma  discordância pessoal entre eles.

 

Watson e Crick aplicando as leis da química estrutural foram capazes de limitar o  número de estruturas possíveis que o DNA podia assumir:

I- Testaram várias estruturas construindo modelos feitos de fio e placas de metal,  com  esses modelos foram capazes de ver se a estrutura era compatível com os   princípios  químicos e com as imagens de raio X.

II- Chave para resolver a estrutura: Watson reconheceu que Adenina só pareava  com  Timina e Guanina só pareava com Citosina, esse pareamento explicava as   proporções de  bases que Chargaff havia descoberto antes.

III- Graças a descoberta do pareamento de bases do DNA, conseguiram montar a  estrutura do DNA que consiste em dois filamentos de nucleotídeos enrolados um ao  redor do outro para formar uma hélice com giro para a direita, com açucares e fosfato  do lado externo e as bases no interior. Publicaram essa descrição de seu modelo na Nature  em 1953.

 

Fonte1: http://bioweb.wku.edu/asp/bisc/consult.htm

Fonte2: http://www.achievement.org/autodoc/photocredit/achievers/wat0-013 adaptadas por Rossi R.L.

 

Figura 9: Na figura 1 James Watson e Francis Crick mostram a estrutura de DNA por eles descoberta reproduzida  através de fios e placa de metal, na figura 2 James Watson e Francis Crick com mais idade posam para foto diante da  sua descoberta.

 

 

 

Fonte: http://www.mysciencebox.org/image/watsoncrickmodel

 Figura 10: Reprodução do modelo da estrutura de DNA descoberta por Watson e Crick exposta no Museu Nacional da Ciência em Londres.

 

 

Ao mesmo tempo Wilkins e Franklin publicaram seus dados de difração de raios X, que  demonstravam experimentalmente a teoria de que o DNA era uma estrutura helicoidal.

Essa foi a mais importante descoberta biológica do Séc.XX: A estrutura do DNA

Watson e Crick, junto com Maurice Wilkins, receberam o Prêmio Nobel em 1962.  Franklin não recebeu o prêmio pois havia morrido de câncer em 1957.

 

Fonte 1: http://www.nndb.com/people/979/000030889/

Fonte 2: http://4junkdna.blogspot.com/2009/04/science-friday-scandalous-edition.html adaptadas por  Rossi R.L.

Figura 11: Imagem de Maurice Wilkins e Rosalind Franklin

 

 

Fonte: http://www.comciencia.br/reportagens/fisica/fisica12.htm

Figura 12: Uma das imagens do DNA obtida pelo grupo de pesquisa liderado por Wilkins e Franklis no King’s college de Londres.